Uma análise do marketing de sustentabilidade - Adstream
Uma análise do marketing de sustentabilidade

Uma análise do marketing de sustentabilidade

A demanda por produtos fabricados de forma sustentável está aumentando globalmente, à medida que os consumidores mais conscientes ecologicamente procuram formas de minimizar sua pegada ambiental, após um verão com muitos incêndios florestais devastadores, ondas de calor e inundações recordes na Alemanha e no mundo todo. “Pessoas sendo afetadas diretamente pelo clima e as mudanças climáticas de forma geral, com certeza, tornaram-se um dos maiores problemas reconhecidos pelos indivíduos”, afirma Randi Kronthal-Sacco, autor de um relatório recente publicado pelo NYU Stern Center for Sustainable Business, em colaboração com a empresa de informação e análise, IRI. “É por isso que acho que houve um grande aumento do interesse dos consumidores, bem como dos fabricantes e comerciantes por cadeias de abastecimento e produtos mais sustentáveis.” Veja como as marcas estão agindo.

Rodas na estrada

Este mês, a Mercedes-Benz anunciou planos de promover sua linha de veículos elétricos (VE) com um passeio por 20 cidades que inclui ativações experienciais, como uma exibição em estilo de museu dos protótipos de VE e um mapa interativo com as potenciais estações de recarga ao redor do país. O EQS Sedan 2022, o primeiro carro da Mercedes da linha, vai chegar ao mercado no final deste ano, como parte do compromisso da montadora com a sustentabilidade, que está se tornando cada vez mais importante para os motoristas. Na verdade, de acordo com uma pesquisa da EY com 9.000 consumidores em 13 países (Austrália, Canadá, China, Alemanha, Índia, Itália, Japão, Nova Zelândia, Singapura, Coreia do Sul, Suécia, Reino Unido e Estados Unidos), 41% dos entrevistados disseram que seu próximo veículo será elétrico.

No Reino Unido, a Carwow, uma concessionária on-line, promoveu sua frota de carros elétricos com uma campanha chamada “Fuelled Off”, após a escassez de combustível provocada, em parte, por atrasos de entrega relacionados à pandemia. Na primeira semana de outubro, houve um aumento de 59% na demanda pelos veículos elétricos da Carwow, sendo que em setembro esses veículos respondiam por 31% de todos os carros vendidos. Outdoors com o astro britânico do YouTube, Mat Watson, aconselham os consumidores: “Não seja bobo, opte pelo VE”. A Carwow estima que as vendas combinadas de veículos elétricos e híbridos responderão por metade do total das vendas de carros novos até o final do ano.

Empresas mais éticas

Além dos fabricantes de automóveis, outras empresas estão agindo para enfrentar a crise climática atual. De acordo com uma pesquisa recente, em Singapura, 89% dos consumidores pós-pandemia planejam priorizar as compras feitas de marcas que possuem políticas éticas claramente estabelecidas. E 87% estão dispostos a gastar mais dinheiro com um produto produzido ou obtido de forma ética, enquanto 59% dos compradores on-line estão fazendo um esforço conjunto para comprar localmente e, assim, ajudar a diminuir sua pegada de carbono.

Sendo a maior rede de restaurantes do mundo, o McDonald’s pode influenciar a mudança ao liderar pelo exemplo. A empresa anunciou recentemente planos de complementar seu famoso McLanche Feliz com brinquedos mais ecológicos, como um meio para atrair pais e filhos, ansiosos por alternativas ecológicas. Em vez de usar plástico como principal componente, os brinquedos serão feitos até 2025 com materiais sustentáveis, tais como plástico reciclado, tecido, milho, soja ou cana-de-açúcar. Já a Coca-Cola fez uma parceria com a empresa de mobilidade Lime para incentivar a reciclagem das novas garrafas de Coca de 380 ml, as quais são feitas de plástico 100% reciclado. Os consumidores que comprarem uma das bebidas e se comprometerem no microssite da empresa a reciclar a embalagem, receberão um código promocional para um passeio gratuito de 10 minutos em uma bicicleta ou scooter elétrica Lime. A promoção tem o benefício adicional de incentivar a micromobilidade, que é mais ecológica, ou seja, o uso de veículos pequenos para se locomover, a uma velocidade de no máximo 24 km/h, uma ideia voltada principalmente para a geração Z. De acordo com um estudo longitudinal encomendado pelo ING, 44% desse público planeja aumentar o uso de meios de transporte alternativos no mundo pós-pandemia.

Enfrentando a mudança climática

No mundo todo, as marcas estão se esforçando para minimizar os efeitos devastadores do aquecimento global. A Competition and Markets Authority (CMA), uma agência governamental britânica, está ajudando as empresas a entender como comunicar melhor suas intenções ecológicas, sem enganar os consumidores, quer seja de forma intencional ou não. Um estudo recente descobriu que 40% das declarações ecológicas feitas on-line eram potencialmente enganosas, uma tendência que o CMA espera conter. “O Código de Declarações Ecológicas (Green Claims Code, em inglês) foi escrito para todas as empresas, desde gigantes da moda e cadeias de supermercados até lojas locais”, esclarece Andrea Coscelli, Diretora da CMA.

Nos Estados Unidos, a Tide fez uma parceria com a NFL, como parte da campanha #TurnToCold, que incentiva os consumidores a lavar suas roupas em água fria. Cerca de 80 milhões de famílias dos EUA assistem aos jogos da NFL e se todos esses fãs passarem a usar água fria, a Tide prevê um corte significativo na emissão de gases de efeito estufa, o equivalente a remoção de mais de um milhão de carros das ruas por um ano. Os fãs participantes podem concorrer para ganhar uma máquina de lavar a frio da Tide, uma máquina de lavar roupa que fala usando a voz de 10 jogadores da NFL, incluindo o quarterback Matt Ryan, que aparece nos anúncios de televisão que fazem parte da campanha.

A mudança climática não consiste apenas em uma mudança nos padrões climáticos. A mudança climática representa inúmeros riscos, desde ameaças à segurança nacional até a propagação crescente de doenças respiratórias como a COVID-19. O que está em jogo nunca foi tão significativo e as marcas estão se preparando para tomar medidas reais enquanto respondem às demandas cada vez mais pronunciadas e ecologicamente corretas dos consumidores.


Você sabia que a Adstream foi adquirida recentemente pela Extreme Reach? Juntos, solucionamos alguns dos maiores desafios enfrentados pelos profissionais de marketing, suas agências e parceiros de produção no mundo todo. Saiba mais aqui.

Author

John Springer

John Springer

Explore our products

One Delivery

Entrega rápida e segura para todas as mídias, a qualquer momento, em qualquer mercado

Entrega multi-plataforma

One Solutions

Conectar parceiros e gerenciar ativos, desde a sua criação até o seu armazenamento

Soluções de fluxo de trabalho

One Services

Suporte para cumprimento regulatório e prático para levar o seu conteúdo ao ar

Liberação de campanha

One Analytics

Concentre todos os seus dados em um único lugar

Relatórios analíticos
Send now










    or
    Saiba mais










      Entre em contato conosco

      Ainda não consegue encontrar o que está procurando?

      75.101.211.110
      https://www.adstream.com/pt-br/blog-uma-analise-do-marketing-de-sustentabilidade/